Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 17 DE JANEIRO DE 2017

Email
HOME
QUEM SOMOS
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  17/01/2017   Estamos sem “RUMO” - As estradas de ferro construídas no século XIX se transformaram no símbolo do desenvolvimento da época. Até um sloga...     16/01/2017   Ferrovias seriam a melhor solução para o Porto do Itaqui, aponta especialista - Com transporte ferroviário os custos de logística poderia...     16/01/2017   Uso de bicicleta como meio de transporte para o trabalho poderá ter apoio do BNDES - Está pronto para votação na Comissão de Meio Ambient...     16/01/2017   EGR vai mobilizar 30 equipes para obras e conservação na semana - Trabalhos irão ocorrer entre os dias 16 e 20 de janeiro.     16/01/2017   Secretário dos Transportes solicita continuidade das operações ferroviárias no Mercosul durante reunião em Brasília - Westphalen tenta re...     16/01/2017   Em 1 ano, 339 ônibus da linha 474 são depredados no Rio: prejuízo de R$ 700 mil - 'Fantástico' teve acesso a imagens que mostram violênci...     16/01/2017   Passageiros de ônibus intermunicipais do RJ reclamam após reajuste de tarifas - Passagens chegam a custar R$11,50 e serviço não apresenta...     16/01/2017   Viracopos tem menor nº de viajantes em 3 anos e perde receita com cargas - Crise afetou fluxo de passageiros e voos internacionais diminu...     16/01/2017   Honda City é renovado e ganha "cara" da nova geração do Civic - Dianteira foi redesenhada na Tailândia e recebeu novos faróis e grades. I...     16/01/2017   BMW vai abrir fábrica no México em 2019, apesar das ameaças de Trump - Presidente eleito dos EUA disse que vai cobrar imposto de fronteir...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

16/09/2005

Quais os desafios a serem enfrentados?

Destaques

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

?

0 votos

Segundo os especialistas ouvidos por LogWeb, assumir riscos, entrar sempre atualizado para o exercício de suas funções e superar os entraves próprios do Brasil são alguns deles.

Desafios a serem enfrentados pelos profissionais de logística integram o terceiro tópico analisado nesta série especial.
Por exemplo, Cristiano Cecatto, consultor sênior de Logística e Supply Chain Management da Qualilog Consulting, ensina que a responsabilidade do profissional de logística está diretamente relacionada com a disponibilidade de matérias-primas, produtos semi-acabados e estoques de produtos acabados, no local onde são requeridos e ao menor custo possível.

É por meio do processo logístico que os materiais fluem pelos sistemas de produção de uma empresa industrial e os produtos são distribuídos para os consumidores pelos diversos canais. “O principal desafio desses profissionais é atingir um nível desejado de serviço ao cliente pelo menor custo total possível. O escopo de trabalho da logística é detalhado e complexo, exigindo profissionais responsáveis pelo planejamento e pela administração desse trabalho”, completa.
Ainda sobre os desafios a serem enfrentados pelos profissionais de logística, Eduardo Banzato, vice-presidente do Instituto IMAM, instrutor, consultor e diretor da IMAM Consultoria, diz que o principal é ter a capacidade de assumir riscos com base nos conhecimentos adquiridos, envolvendo e comprometendo pessoas em relação às oportunidades que a logística oferece aos negócios.

“O tempo é inclemente. Os contratantes querem experiência já e nem todos tiveram no passado recente esta oportunidade. A curva de aprendizado tem que ser dominada rapidamente e os mais novos terão dificuldades. Equilibrar o uso do tempo para trabalho, estudo, pesquisa, visitas técnicas (benckmarking) é o desafio do profissional de logística”, diz Claudirceu Batista Marra, diretor técnico da Vantine Solutions.

Para Cézar Sucupira, diretor da Cezar Sucupira Educação e Consultoria, são vários os desafios. “Entre os que podemos citar, teríamos; a) o desafio de estar permanentemente se instruindo das novas técnicas para o exercício de suas funções; b) o desafio de estar em permanente estado de atenção para com as ‘notícias’ que envolvem a logística, pois o ambiente logístico, do ponto de vista macro e micro, está em constante e veloz mutação; c) o desafio de conseguir influenciar seus pares e superiores nas organizações de que a logística tem de ser um capítulo importante do planejamento estratégico das mesmas.”

Para Mauro Vivacqua de Chermont, sócio-gerente da Chermont Engenharia e Consultoria, existe um desafio que se destaca dos demais e que precisa ser enfrentado e superado pelos profissionais, em qualquer ramo de atividade: ser capaz de manter sua integridade pessoal e profissional em um ambiente onde a tentação para atravessar o limite da decência é enorme. “Poderia falar nos crônicos desafios brasileiros: falta de recursos, baixo nível de escolaridade, infra-estrutura precária (risco do ‘apagão logístico’) etc. Mas prefiro insistir: o maior desafio é permanecer incólume no ambiente moralmente hostil em que vivemos”, completa o gerente da Chermont.

Já para Adelar Markoski, professor dos cursos de graduação e pós-graduação em Administração, com a disciplina Logística Empresarial na URI-RS e UNOESC-SC, podem ser destacados três desafios para o profissional de logística: tecnologia, processos e consumidores. Relativo à tecnologia, há que se estar atualizado em relação às inovações que podem ser utilizadas para o processo da informação ao longo da cadeia produtiva. O desafio em relação aos processos é que não devem ser considerados apenas no âmbito empresarial, mas de montante a jusante da cadeia. E por fim, independente da altura em que a empresa se encontre na cadeia, ela precisa ter o entendimento que deve atender aos consumidores que estão a jusante.

“Conhecer constantemente as novidades do mercado e aplica-las. Estar pesquisando e aplicando o benchmarking dentro de excelências de práticas de necessidade de seu segmento. Estar no mercado fazendo relacionamento na busca de novidades. Ser agressivo em estudos e opções dentro de utilização de seus processos.” Estes são os desafios do profissional de logística, segundo Waldeck Lisboa Filho, professor na cadeira de Logística, Administração de Materiais e Marketing e consultor independente na área de logística, atuando no Recife.

Para Christianne Coletti Anderaus Cassis, coordenadora dos cursos tecnológicos da área de gestão da Universidade Cidade de São Paulo – UNICID, os desafios envolvem entender a essência dos problemas de logística da empresa e encontrar soluções de longo prazo.
“Hoje, o principal desafio não são as ferramentas, mas, sim, elaborar uma estratégia diante da precária infra-estrutura logística do país. As tributações, a atual situação dos portos e dos modais são alguns obstáculos que atrapalham a execução de um projeto logístico. Você sabe o que precisa, mas não consegue realizar por conta da infra-estrutura. Estabelecer parcerias ou entendimento comerciais para conseguir fazer realizar de forma eficiente os projetos é a grande solução para este problema”, diz, por seu lado, Miriam Korn, gerente de desenvolvimento de negócios da Mclane do Brasil.

Por fim, para Paulo Rago, diretor-presidente do CETEAL - Centro de Estudos Técnicos e Avançados em Logística, os desafios a serem enfrentados pelos profissionais de logística podem ser relacionados em sete tópicos.
O primeiro é infra-estrutura em todos os sentidos (estradas, portos, aeroportos, terminais ferroviários, transportes em geral), complicativos fiscais, falta de processos e tempos definidos em atividades normais (ex. Receita federal), etc. “Este fato, em minha opinião, tem um paradoxo: faz com que o profissional de logística do Brasil seja um dos melhores do mundo, pois nenhum outro país do mundo tem tantos entraves operacionais, culturais e geográficos como o nosso”, diz Rago.

O segundo tópico, ainda segundo ele, é a cultura empresarial, ainda, na sua maioria, enxergando a logística como uma atividade meramente operacional e não estratégica, gerando, assim, ainda muitos processos sem planejamento prévio e trabalhando quase sempre para “apagar incêndios” e não para evitá-lo.
O terceiro tópico envolve a dificuldade da empresa em saber quais são as reais necessidades de um cliente quanto ao serviço logístico e assim poder adequá-lo ao real nível de serviço oferecido e custo condizente.

O quarto tópico é trabalhar com custos logísticos ainda altos, gerados por ineficiência de processos, falta de integração/colaboração entre departamentos internos de uma organização, fornecedores e clientes e os recursos disponíveis em nosso país.

O quinto desafio é conseguir medir corretamente seus processos e atividades devido à falta de entendimento de alguns parâmetros e custos, bem como, em alguns casos, vencer a própria barreira quanto a apresentar para a empresa e o mercado o real nível de serviço atingido quanto à eficácia e custos envolvidos.

O sexto desafio é o entendimento do que é logística pelos profissionais de outras áreas, fazendo com que muitas vezes tenha que “fazer mágica”, por exemplo, para atender a uma solicitação comercial, ou ainda, para abastecer uma linha de produção.
Por fim, o sétimo desafio é a escassez de ensino de qualidade para os profissionais e a condição de poder usufruir isto em grande escala.

 

Por Portal LogWeb

 

Qual a sua avaliação?

0 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Recomendar   Imprimir

Clique para ampliar

Leia Também

Infraestrutura: pauta vazia

Investimento em geração renovável cai 18% em 2016

SP discute próximos 40 anos de sistema ferroviário

Incertezas cercam licitação do Salgado Filho

Brasil não pode se dar ao luxo de perder mais um ano, diz BofA

Estamos sem “RUMO”

Ferrovias seriam a melhor solução para o Porto do Itaqui, aponta especialista

Uso de bicicleta como meio de transporte para o trabalho poderá ter apoio do BNDES

EGR vai mobilizar 30 equipes para obras e conservação na semana

Secretário dos Transportes solicita continuidade das operações ferroviárias no Mercosul durante reunião em Brasília

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística